Exercicios de Escalas

 Exercicios de Escalas em Segundas e Terças

Aqui vão alguns exercícios recomendados por Jaco Pastorius e que exigem disciplina e aplicação nos dedilhados. Toque devagar no início e vá acelerando aos poucos. A idéia é obter um som limpo, sem notas mais fracas ou inseguras. No exemplo número 1, denominado”escala ascendente em terças’ praticamente os segundo e terceiro compassos tocados em uma só corda. Repare na tablatura. Parece um pouco antiprático e é mesmo! Assim, o aluno aprende a fazer saltos na mesma corda e sentir sensível e automaticamente o tamanho do pulo.
O exemplo número 2, ‘ascendente em segundas e descendente em terças”, parece difícil de executar, mas, em alguns casos, depende só da colocação da mão esquerda. Veja que, na tablatura, aparecem apenas os números 2, 3, 4 5. Então, se você colocar cada dedo da mão esquerda ocupando um determinado traste — o primeiro dedo toca todas as notas que aparecem na casa o segundo, na casa 3; o terceiro, na casa 4; e o quarto, na casa 5 —, não há problemas. Além disso, pode-se desenvolver uma velocidade razoável, já que tudo está organizado.
Repare também que não coloco cordas soltas na tablatura. O motivo é que, além de terem sonoridade diferente, complicam um pouco: é preciso ter uma técnica muito boa para abafá-las corretamente antes de tocar a nota seguinte.
fonte: Artigo escrito por Willy Verdaguer que é professor, arranjador e realiza workshops.